Capítulo 1 - Receber a notícia

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Hoje venho falar-vos de como é receber a notícia de que se tem cancro... bem, de facto é como disse o querido Gianecchini, nunca pensamos que um dia seremos nós. Acontece uma sensação extra-corporal, como se de repente abandonássemos o nosso corpo e deixamos de sentir, ouvir... quando me deram a notícia eu não tive noção do que me estavam a dizer, embora seja uma pessoa com cultura e inteligente e até tenha estagiado em Oncologia... utilizaram a palavra carcinoma mas eu nem dei importância, pensei "se calhar percebi mal..." porque nunca coloquei a hipótese de que algum dia iria ouvir dizer que tinha algo semelhante... só me caiu a ficha quando o médico me entrega um panfleto com letras grandes que dizia "Cancro da Tiróide"... aí percebi. "Pronto, ouviste bem, é cancro!". Soube logo que teria que ser operada e que teria que fazer uns tratamentos... perguntei se ia ficar sem cabelo (pergunta estúpida mas para mim era algo importante saber...) e foi-me esclarecido que neste tipo de patologia não se faz quimioterapia nem radioterapia, mas um tratamento específico, com iodo radioactivo. 
O que gostava de partilhar com vocês é que é aterrador receber uma notícia destas... de facto o nome "cancro" tem uma conotação tão forte e negativa que nem sei explicar o impacto que tem quando ainda hoje digo a mim própria "tens cancro"! Ah e tal porque é de bom prognóstico e não vais morrer disso... Ok, mas é algo que vai marcar para sempre a minha vida. Serei para sempre uma doente oncológica... Terei que ir ao IPO muitas vezes, percorrer aqueles corredores, sentir o friozinho na barriga antes de receber o resultado de cada exame... este é o lado negativo.
O lado positivo é que o Cancro ajudou-me a relativizar muita coisa, a dar valor ao que deve ser valorizado e a ignorar o que não vale a pena e quem não merece. Aprendi a ver quem são os verdadeiros amigos, quem se preocupou quando fui operada, quem me foi ver a casa, quem me acompanhou em tudo e ainda está ao meu lado, quem partilha as angústias comigo, quem deixa de pintar as unhas em solidariedade comigo nas alturas do tratamento e não posso usar verniz nem maquilhagem, quem faz dieta comigo e come comida ensoça durante um mês porque tem que ser assim para mim e se eu como, "eles" também comem. Percebi que a vida é curta, percebi que nada é garantido e que tudo muda, num piscar de olhos e que devemos dar graças ao que temos e que a saúde é o mais importante. Aprendi que todas as experiências más têm um lado bom, uma lição... acredito que Deus nos coloca pedras no caminho para nos ensinar algo e para nos ajudar a crescer e a ver a vida de uma forma diferente. E agradeço pela doença que tenho. Fez e faz-me querer ser alguém melhor, por mim, para mim e para os outros. 
Obrigada Cancro :)
e obrigada a todos os que me fizeram aprender e ser humilde, pela forma como encararam e lutaram (e ainda lutam) com a doença. Aqui faço uma homenagem a alguns exemplos (de famosos, porque não me parece bem expor pessoas que conheço pessoalmente) de perseverança e coragem.

(António Feio)
(Reynaldo Gianecchini)
(Patrick Swayze)

(Fernanda Serrano) 

(Kylie Minogue)

16 comentários:

Isaa disse...

Nestes casos nunca se sabe o que dizer :x

muita força , beijinho *

Joana Cooper disse...

Linda, o pai de um amigo meu teve e correu tudo bem e vais conseguir.
E o teu caso não vai ser excepção linda. Coragem :)

Síl♥ disse...

Qeu continues com essa força dentro de ti! Eu, embora não tenha doença nenhuma, sofro de uma se calhar um pouco pior que é ser hipocondriaca...estou sempre a pensar que tenho todas as doenças e mais algumas, a ler sintomas, a chegar a senti-los, nego os diagnosticos dos medicos de que não tenho nada, faço exames e mais exames e infelizmente há alturas em que é mesmo cronico...felizmente tem passado aos poucos e tenho tentado ser mais positiva e agarrar tudo o que a vida tem de bom...porque de facto esta vida são dois dias e este já vai na conta!

Beijinhos e um óptimo fim de semana*

Pedro Portela disse...

Vai tudo correr bem. E tenho a certeza que és uma mulher cheia de força e que com certeza tens muita gente ao teu lado para te apoiar :)
Beijo enorme*

fashion-in-blog.blogspot.com

littlexredradio disse...

Adorei o texto. Lamento que estejas a passar por isso, acredito que esteja a ser muito difícil ainda que eu não qualquer ideia de estar na mesma situação ou sentir isso na pele.
Gosto da tua atitude positiva, apesar das circunstâncias. É isso que comanda a vida, pensar que as coisas vão melhorar e também fazer por isso.
Muita força! Desejo-te as mais sentidas melhoras.

Nani disse...

Senti cada palavra tua... É uma prova a superar! Força**

Ana disse...

Bem, não me quero imaginar numa situação dessas porque não sei se iria abaixo ou se arranjaria forças para lutar... Espero que agora já estejas bem e que, acima de tudo, não tenhas perdido o gosto pela vida :)

Um grande beijinho *

Inês Gomes disse...

Bem, não posso dizer que sei o que sentes porque nunca passei por algo semelhante. No entanto, sei que podes, melhor, DEVES ter muito orgulho na tua força e positivismo que passas através deste blogue! :)

Chocolate disse...

Olá querida, já te estou a seguir :)
Acima de tudo deves ter muita força e ser positiva. Vais ver que vai correr tudo bem :)
Beijinhos

Matilde disse...

Olá :)
Desde já quero dizer-te que és uma pessoa muito forte, apesar de não te conhecer pessoalmente... Já seguia o teu blog há algum tempo, mas ainda nã me tinha tornado seguidora. Foi muito tocante o que partilhaste e quero dizer-te que estarei aqui a torcer por ti :)
Continua assim
Beijinho*

Débora Nogueira disse...

Olá..., estou seguindo seu blog..., me emocionei ao ler o post..., faço uma oração para que corra tudo bem...
bjinhos de fé
http://lifestyledebora.blogspot.com/

Fiona disse...

Que palavras inspiradoras! Pensamos sempre que apenas acontece aos outros e que uma notícia destas nunca irá entrar em nossas casas. Infelizmente, já tive familiares que morreram de cancro e um amigo que morreu recentemente do mesmo...

Continua sempre com essa força! Abraço apertado

Ana Teresa Amorim disse...

beijinho enorme. só conheci o blog hoje. estou a ler desde o início. :)

Ana Teresa Amorim disse...

beijinho enorme. só conheci o blog hoje. estou a ler desde o início. :)

menina lamparina disse...

Só hoje li este post. Irónico, no mínimo. É que tenho andado sem tempo para nada desde que me tornei voluntária num projecto de que falei no lamparina, o Um Dia Pela Vida, da Liga Portuguesa Contra o Cancro. E depois do projecto, vieram os exames e não tenho estado muito presente na blogosfera.

Ler este post deixou-me de lágrimas nos olhos e nó na garganta. E como nunca há muito para dizer, porque um abraço diz tudo o que a voz não consegue, deixo-te um, apertado.

Força nisso, Rainha das Estrelas. Vou estar atenta, deste lado, a torcer para que tudo corra bem.

Beijinho grande :*

M disse...

arregalei os olhos quando li "ainda bem que tenho cancro", mas eu percebo o que queres dizer. às vezes e infelizmente é preciso passarmos por situações menos boas para darmos valor às coisas mesmo boas!
beijinhos e muita força para essa luta! Vais vencer *